Publicado: 25 de maio de 2017, 10:33

Módulo de impressão de etiquetas traz mais praticidade à administração estadual

Com a finalidade de apresentar aos gestores de informática, protocolistas e administradores locais do e-Doc uma outra forma de imprimir etiquetas para o protocolo, técnicos da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) estão visitando órgãos e Secretarias de Estado. O e-Doc é um sistema usado por esses servidores para a gestão eletrônica de documentos e processos.

A primeira instituição contemplada com a visita foi o Corpo de Bombeiros Militar de Sergipe. De acordo com a Coordenadora de Software Básico e Banco de Dados da Emgetis, Edjane Santana, a escolha pelo Corpo de Bombeiros para iniciar os trabalhos não foi aleatória. “Na realidade, o novo módulo de impressão de Etiquetas foi construído por uma iniciativa do tenente Hipólito, dos Bombeiros, que precisou adequar essas impressões de etiquetas à realidade da corporação. A Emgetis, então, conheceu esse método e adaptou o sistema de forma que pudesse ser utilizado por todo o Estado”, declarou.

Uma das usuárias do novo módulo de impressão de Etiquetas no Corpo de Bombeiros é a Cabo Celsiane Kadja. Após receber o treinamento pela Emgetis, ela está apta a usar o serviço. “Isso facilitou bastante o nosso trabalho, pois anteriormente era preciso uma impressora matricial. Agora podemos protocolar os documentos com muito mais agilidade, graças à iniciativa do tenente Hipólito e da própria Emgetis. Ficou tudo mais simples, prático e eficiente”, afirmou a militar.

Logo após o Corpo de Bombeiros, os técnicos da Emgetis Edjane Meneses, Maria Laura Castro, que é Coordenadora de Sistemas, e Rodolfo Cavalcante seguiram para a Secretaria de Estado da Comunicação, onde deram continuidade à apresentação do módulo.

Em duas semanas, os técnicos já visitaram também a Casa Civil, Secretaria de Estado da Infraestrutura e do Desenvolvimento Energético Sustentável (Seinfra); Fundação Renascer; Fundação de Saúde Parreiras Horta (FSPH) e Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec).

A Emgetis forneceu instruções ainda na Companhia Estadual de Habitação e Obras Públicas (Cehop); Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro); Departamento Estadual da Infraestrutura Rodoviária (DER); Secretaria de Estado da Educação (Seed) e Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema).

Seguindo um cronograma de visitas que tem previsão de cumprimento para até o final deste mês, os técnicos estiveram também na Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise) e nas Secretarias da Inclusão, Assistência e Desenvolvimento Social (Seides) e do Trabalho, da Juventude e da Promoção da Igualdade Social (Setrab).

Parceria

Além do apoio inicial do Corpo de Bombeiros, o novo módulo de impressão de etiquetas é resultado de um trabalho conjunto das Áreas de Sistemas e Informações e de Infraestrutura da Emgetis.

Para utilizar o módulo, o servidor responsável deve acessar o portal do e-Doc (www.edocsergipe.se.gov.br) e clicar em “Gerar Etiquetas”, mas para ter sucesso é necessário ser previamente cadastrado pela Emgetis.

Histórico

Antes de ser disponibilizado o módulo para geração e impressão de etiquetas, os usuários precisavam acessar o Sistema de Protocolo Integrado (SPI), a fim de obter as etiquetas que o setor de protocolo necessitava. Quando não conseguiam gerar as etiquetas ou imprimi-las, se deslocavam até a Emgetis e solicitavam o serviço, o que acabava gerando perda de tempo e desgastes.

Com o novo módulo, essa situação passou por melhorias significativas, porém o SPI continua disponível para aqueles que desejarem imprimir suas etiquetas em formulário contínuo – utilizando impressora matricial – e também para os que necessitarem realizar consultas de processos cadastrados no SPI até novembro de 2009, data de início do funcionamento do Sistema e-Doc.

Para acessar o SPI, é preciso solicitar cadastramento de novos usuários à Emgetis, bem como instalar os softwares necessários. A medida se deve à utilização de um novo Sistema Operacional – o Linux – e, apesar das funcionalidades permanecerem as mesmas, sua forma de acesso sofreu alterações.

Por Andreza Azevedo
Foto: Ascom/Emgetis

Skip to content