Acessibilidade

Publicado: 15 de julho de 2020

II Webinar debate a criação de acesso único aos serviços digitais do Governo

A Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) realizou na tarde desta quarta-feira, 15, o II Webinar do Ciclo de Palestras Tendências e Inovações, com o tema “Transformação Digital – Barramento Único para os Serviços Digitais do Governo”, apresentado pelo presidente da Associação Brasileira das Empresas de Processamento de Dados Estatais (Abep), José Lutiano Costa da Silva. O evento contou com o apoio da Secretaria de Administração (Sead), Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e Secretaria da Fazenda (Sefaz), e teve a participação de mais de 80 gestores de tecnologia da informação e comunicação (TIC) de órgãos e entidades da administração pública de Sergipe.

Na abertura do II Webinar, o diretor-técnico da Emgetis, Everton Siqueira, ressaltou a necessidade dos governos discutirem soluções adequadas ao momento de isolamento social que a pandemia tem exigido. “Esse ciclo de palestras surgiu com o intuito de criarmos um ambiente mais produtivo em busca da digitalização dos serviços prestados pelo governo de Sergipe”, enfatizou Everton.

Participante da mesa virtual, o secretário da Sead, George Trindade, enfatizou a importância da participação dos gestores de TIC como agentes responsáveis pela transformação digital em Sergipe. “Esses gestores têm dado uma contribuição fantástica para a transformação digital em Sergipe, que teve início antes mesmo da pandemia”, enalteceu George, ao citar que tem sido testemunha da evolução digital do estado, por meio da transformação que a Emgetis tem coordenado.

O diretor-presidente da Emgetis, Ezio Faro, falou sobre a necessidade de união dos estados e das suas respectivas secretarias e entidades para que o resultado das ações seja alcançado pela população. “O patrimônio é público. Nós estamos apenas gerindo e precisamos dar retorno à sociedade, através de serviços públicos cada vez mais acessíveis”, frisou Ezio.

Antes da palestra principal, o superintendente de Modernização e Inovação da Sead, Rodrigo Farias, falou sobre a dimensão e expectativa da transformação digital em Sergipe, o Governo Direto. E o analista de sistemas da Emgetis, Jorge Eduardo dos Santos, apresentou a dimensão tecnológica, através de um plano de projeto, para transformar as perspectivas de um governo digitalizado em realidade.

José Lutiano deu início à palestra resumindo o objetivo do Governo Digital em unificar os serviços públicos ofertados por meio de um mesmo portal, citando meios essenciais de transformação como a reestruturação de processos governamentais, a implementação de plataformas digitais inteligentes, automatizadas e a mudança de cultura organizacional.

“A transformação digital no governo é para pessoas com pessoas. De um lado os cidadãos que solicitam os serviços e de outro os servidores públicos, que ofertam os serviços”, completou Lutiano, ressaltando a existência de valores fundamentais para esta transformação, como eficiência, melhoria de serviço e engajamento do cidadão. “Você chama a sociedade para discutir e ajudar o governo a criar soluções”, citou, destacando a importância da criação de ferramentas que atendam não somente à expectativa do governo, mas principalmente do cidadão usuário.

Ao final da palestra, Lutiano apresentou os desafios para implementação de um governo digital, dividindo-os em três pilares, a burocracia digital, a desigualdade digital e a capacitação digital. Ele também falou sobre a recente criação do Grupo de Transformação Digital dos Estados e DF (GTD.GOV), criado pela Abep e pelo Conselho Nacional de Secretários de Estado de Administração (Consad), o qual reúne especialistas em transformação digital dos governos estaduais e distrital de todo o país. No GTD, as áreas de gestão, negócio e TIC estaduais se unem em torno da transformação digital tanto sob a ótica dos negócios de Governo quanto pela tecnologia, com prioridade para a experiência dos usuários dos serviços.


Última atualização: 15 de julho de 2020