Publicado: 21 de agosto de 2017, 10:46

Emgetis oferece qualidade de vida aos seus colaboradores

Para propiciar maior qualidade de vida aos seus funcionários, a Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) organizou, na última quinta, dia 2, a palestra interativa “Integração Família-Empresa”, com o psicólogo Ivan Costa, coordenador do Projeto Criança Feliz. A iniciativa vem complementar a crença da empresa quanto à importância de incentivar o colaborador a manter boas relações no ambiente de trabalho, além de aprender mais sobre o conceito de responsabilidade social.

De acordo com Ivan Costa, a palestra é oferecida gratuitamente às empresas e faz parte dos programas de qualidade de vida e responsabilidade social. “Nós queremos levar informações sobre a importância de um bom relacionamento familiar e como isso se reflete no ambiente de trabalho. Acreditamos que, buscando equilíbrio na convivência com a família, os trabalhadores conseguem equilíbrio no trabalho, também”, afirmou Ivan. Através de palavras de motivação e dinâmicas de grupo, o psicólogo conseguiu abordar vários lados do relacionamento familiar e profissional: a importância da afetividade em família, o diálogo e as relações amigáveis no trabalho.

Outro ponto destacado por Ivan foi o crescimento da agressividade e da violência entre as crianças, estimulada muitas vezes pelos adultos com quem elas convivem. De forma lúdica, o psicólogo alertou os funcionários da Emgetis quanto à influência dos brinquedos perigosos, armas virtuais e algumas programações de TV e jogos que incentivam a violência. “A criança se sente estimulada a utilizar tudo o que os adultos utilizam na frente delas e colocam em suas mãos. Além disso, se um filho vê um pai estudando muito, ele adquire o gosto pelo estudo; se ele vê o pai pegando em armas ou guardando uma arma em casa, ele idealiza um brinquedo na arma, e começa a naturalizar práticas agressivas, até mesmo com outras crianças”, explicou.

Um dos objetivos principais do projeto é o chamado ‘desarmamento infantil’, que consiste em ‘desarmar’ os gestos e as palavras agressivas das crianças. Por isso, o psicólogo alertou para a necessidade de se praticar novas pedagogias na criação dos filhos, sobrinhos, netos, etc. “A maioria dos desenhos animados apresentam um conflito, uma divergência, e no final existe um embate, muitas vezes físico, para que esse problema seja resolvido. Através da mensagem subliminar, a criança aprende a resolver seus problemas com agressão e violência. Os pais devem atentar para isso, mostrando a importância do diálogo e do respeito para as dificuldades do dia-a-dia. Mas é importante que, além de mostrar com palavras, os pais possam dar exemplos práticos, nas relações entre eles mesmos. As crianças têm referência no que elas vêem ao redor”, alertou.

Na segunda etapa da palestra, Ivan abordou a importância de se estimular pensamentos positivos no trabalho, de se criar programas de qualificação profissional e do comprometimento. “Quando o colaborador procura se qualificar profissionalmente, ele dá continuidade aos seus conhecimentos de forma permanente. É importante que, independente do trabalho realizado, ele procure sempre conhecer coisas novas, se abrir a novas experiências”, aconselhou o psicólogo.

Para as empresas que se interessarem pela palestra educativa, é só acessar o site http://www.projetocriancafeliz.org.br e entrar em contato com o projeto.

Fotos: Lara Aguiar

Skip to content