Emgetis apóia capacitação de conselheiros de tutelares

Apoiados pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) e da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) capacita os membros dos Conselhos Tutelares de Aracaju para o acesso ao novo Sistema de Informação para a Infância e Adolescência – “SIPIA Conselho Tutelar”, na versão WEB.

Apoiados pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Inclusão, Assistência e do Desenvolvimento Social (Seides) e da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), o Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA) capacita os membros dos Conselhos Tutelares de Aracaju para o acesso ao novo Sistema de Informação para a Infância e Adolescência – “SIPIA Conselho Tutelar”, na versão WEB.

O curso está sendo realizado na Sala Multiuso da Emgetis. A primeira turma foi capacitada entre os dias 13 e 16 deste mês, já a segunda participará do curso no período de 26 a 29, das 8 às 12h.

Segundo Juarez Conrado, o suplente de Milson Leite Barreto Filho, no Núcleo de Referência do SIPIA, a disponibilidade da empresa se deu para possibilitar um acesso eficiente ao sistema. “Vários técnicos se mobilizaram, destacando o gerente de Área de Infraestrutura (Arinf) Antonio Manoel, que colocou à disposição o técnico Rodrigo Cavalcante, especialista em Internet Banda Larga, para preparar e possibilitar o acesso ao SIPIA, através do provedor da Emgetis”.

Sipia Conselho Tutelar

As novas versões do Sipia pretendem facilitar o registro da aplicação e execução de medidas de proteção ou socioeducativas ao implementar banco de dados online, e que a pretensão dos governos Estadual e municipais é que os membros dos 84 Conselhos existentes no estado sejam capacitados. “Este banco de dados possibilitará o diagnóstico atualizado para a obtenção de indicadores e construção de políticas públicas voltadas aos direitos humanos de crianças e adolescentes”, explicou o vice-presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e o Adolescente (CEDCA), Danival Falcão.

Segundo ele, uma das novidades do Sipia CT é que o próprio cidadão poderá fazer uma denúncia via internet. “O acesso não é restrito aos Conselhos Tutelares, o próprio cidadão pode fazer a sua denúncia, mas existem casos sigilosos que apenas os conselheiros têm acesso as informações”, lembrou.

Última atualização: 31 de julho de 2017 11:26.

Pular para o conteúdo