Publicado: 5 de maio de 2017, 11:59

Seminário apresenta novas soluções em TI para Sergipe

Apresentar novas possibilidades no setor de tecnologia da informação (TI) em Sergipe. Este foi um dos principais objetivos do Seminário ‘Modernização de Expansão das TIC’s em Sergipe’ realizado pela Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) na manhã desta terça-feira, 29, no hotel Radisson. Com a presença de gestores de TI do estado, os palestrantes ressaltaram as tendências e melhores práticas em data center, rede de banda larga e governo eletrônico – temas fundamentais no desenvolvimento do Plano de modernização e expansão da TI, coordenado pela Emgetis.

O Plano de modernização e expansão da TI em Sergipe está em execução através de uma parceria entre o Governo do Estado e a Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA) – que investirá cerca de US$ 600 mil (mais de R$ 2,3 milhões), sem custos para o Estado, em projetos de implantação de uma rede banda larga de alta velocidade e segurança, bem como um ambiente de armazenamento de dados da Rede Governo (data center).

Presidente da empresa vencedora da licitação realizada pela USTDA, a PTS Data Centers, e um dos palestrantes do Seminário, Peter Sacco, ressaltou a necessidade das pessoas se comunicarem e demandarem do seu governo que elas sejam conectadas. “Trata-se da proliferação das fibras ópticas. O governo em parceria com o setor privado, permitindo a conectividade entre todos”, disse.

Peter abordou o tema ‘Tendências e melhores práticas mundiais para data centers’ e destacou que o investimento em novas tecnologias permitirá o surgimento de novas empresas, desenvolvimentos de aplicações, novas exigências de data centers e empresas que poderão se tornar viáveis. “O espírito humano que leva a inovação não é restrito, mas o primeiro passo precisa envolver interconectividade entre as pessoas com confiança, com baixo custo e isso só pode ser feito através da conexão dos sistemas de fibras para que as empresas e o governo possam estar em ligação. Depois disso, podemos construir data centers e sistemas de nuvem”, revelou Peter.

Integrantes fundamentais na execução dos projetos de modernização da TI em Sergipe, através de um consórcio com a empresa PTS, os demais palestrantes Flávio Feferman, Fernando Carvalho e John Savageau abordaram, respectivamente, os temas ‘Visão geral do projeto USTDA’, ‘Redes estaduais de banda larga: o caso do Cinturão Digital do Ceará’ e ‘Tendências e melhores práticas em governo eletrônico’.

O superintendente de TI do Banco do Estado de Sergipe (Banese), Ícaro Ramos, avaliou o evento como muito importante pelo nível dos profissionais palestrantes e conhecimento técnico adquirido. “Tivemos a oportunidade de conhecer as tendências de mercado, pra onde o mundo está caminhando, as novas tecnologias e as novas abordagens de infraestrutura de telecom, data center.

Sobre o projeto do Governo em parceria com a USTDA, Ícaro considerou ser de suma importância para ampliar a capacidade do estado em prover serviços para o cidadão. “A medida que a Emgetis e o Governo de Sergipe consigam implementar esses projetos, o cidadão na ponta terá um ganho substancial de benefícios, porque ele terá acesso mais fácil às informações. Por exemplo, o que muitas vezes hoje é feito nos Centros de Atendimento aos Cidadãos – Ceac’s pode ser descentralizado e a população ter acesso aos serviços de casa”, explicou Ícaro, acrescentando que o Banese já está vislumbrando oportunidades de somar a algumas frentes do projeto em benefício do banco e dos seus clientes.

O diretor-presidente da Emgetis, Ezio Faro, avaliou o evento como essencial para que os gestores de TI do estado percebessem a importância do projeto e se somassem à Emgetis para formação de fortes parcerias. “Queremos trabalhar nos moldes do que existe de mais primordial na área de TI. Estamos realizando visitas nas secretarias de estado e uma pré-análise das suas necessidades no quesito de data center, para que o estado, com economicidade, aprimore seus serviços de armazenamento digital”, enfatiza Ezio.

Por fim, Ezio entende que o fator financeiro é primordial para a gestão dos governos e a Emgetis fará o possível, no âmbito da TI, para viabilizar gastos mínimos possíveis e alcançar a eficiência máxima na produção. “A Emgetis está focada em firmar parcerias que possam produzir os melhores projetos que sejam, de pronto, executáveis”, concluiu o diretor-presidente da Emgetis.

Modernização

O Plano de modernização e expansão de TI da Emgetis visa desenvolver um sistema de governança integrada, que proporcione uma maior velocidade e eficiência na entrega dos serviços públicos, principalmente nos setores da saúde, segurança e educação. São investimentos que possibilitarão uma melhor interligação entre delegacias e órgãos de segurança, uma rede mais ágil para interligar unidades de pronto atendimento, urgências e postos de saúde, e banda larga de alta velocidade a telecentros públicos e escolas.

Palestrantes

Peter Sacco é presidente fundador da PTS Data Center Solutions, engenheiro elétrico Sênior de Data Centers e especialista em segurança de Data Centers; John Savageau, engenheiro Sênior de Redes e Telecomunicações – Wireless; Flávio Feferman, presidente da empresa Developing Markets Group e professor adjunto na Universidade da California, Berkeley (Haas Business School); e Fernando Carvalho que é estrategista em TIC e especialista em Políticas Regulatório TIC e em Aquisições/Editais TIC.

Skip to content