Publicado: 30 de agosto de 2017, 09:27

Secretário da Casa Civil participa de seminário no Ipaese

O secretário de Estado da Casa Civil, José de Oliveira Júnior, participou na terça-feira, 20, da abertura do ‘I Seminário de Experiências Educacionais com Surdos no Nordeste e Mercado de Trabalho’, realizado pelo Instituto Pedagógico de Apoio de Educação dos Surdos de Sergipe (Ipaese). O objetivo do evento é trocar experiências de projetos desenvolvidos com surdos na Região Nordeste.

Para Oliveira Júnior, o seminário é importante para difundir ações e projetos que beneficiem o reconhecimento das habilidades das pessoas portadoras de necessidades especiais, como os surdos. Cerca de 250 pessoas participaram do evento.

O seminário abordou a legislação trabalhista e o surdo. A procuradora do Ministério Público do Trabalho, Vilma Leite Machado Amorim, falou sobre a determinação legal que trata dos percentuais para que as empresas contratem pessoas portadoras de necessidades especiais. A partir de 100 empregados, 2% devem ser portadores de necessidades especiais. De 201 a 500 empregados, este percentual passa para 3%. De 501 a 1.000 empregados, o índice sobre para 4% e, acima dessa quantidade, 5% dos funcionários devem ser pessoas portadoras de necessidades especiais.

Ipaese

Segundo o presidente do Ipaese, Cláudio Siqueira, o instituto busca preparar os surdos para a entrada no mercado de trabalho. A entidade, que completa oito anos de fundação em dezembro, não tem fins lucrativos.

A ex-aluna do Ipaese Elaine Palmeira participou das discussões. “Esse seminário vai contribuir para as experiências futuras em salas de aulas”, disse ela, que é pedagoga.

Skip to content