Publicado: 24 de abril de 2017, 11:19

Reunião entre Emgetis e NIC.br aponta melhorias na qualidade da internet no estado

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br), através do
seu representante, o supervisor de operações Antônio Galvão de Rezende Filho, visitou nesta quinta-feira, 3, a Empresa Sergipana de Tecnologia e da Informação (Emgetis), onde se reuniu com técnicos da empresa e representantes de provedores de internet atuantes no estado. O objetivo da reunião foi integrar o Ponto de Troca de Tráfego (PTT) de Sergipe à rede nacional, gerida pelo Nic.br, entidade que implementa as decisões e os projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br.
Implantado e coordenado pela Emgetis, com o apoio dos provedores de acesso e Banese, o projeto do PTT de Sergipe promove um ponto único de conexão de provedores, facilitando o tráfego de informações. Iniciado em
janeiro deste ano no estado, o PTT possibilita uma conexão segura, rápida e confiável para os usuários, melhorando a eficiência da rede e encurtando o caminho da conexão entre os computadores.
O gerente de projetos da Emgetis, Ricardo Torres, destacou que a escolha da Emgetis como ponto de troca de tráfego ocorreu em 2012 pelo NIC, mas como os projetos fomentados pelo órgão estavam parados, decidiu-se pela criação do PTT estadual, mas já vislumbramdo a cessão da administração para o Nic.br. ?Este será um avanço perceptível aos atuais e futuros
provedores associados ao PTT Sergipe, pois eles passarão a integrar uma rede nacional, possibilitando uma qualidade ainda maior da conexão fornecida aos usuários sergipanos?, explica.
Com a demanda solicitada pela Emgetis, o Nic.br chegou a Sergipe para coletar informações e apresentar o quadro da implantação do PTT no Brasil. “Hoje nós temos presença em 26 localidades no país, nos últimos anos esse número tem crescido muito, e a ideia é que a próxima cidade contemplada seja Aracaju”, informou o supervisor de operações do Nic.br, Antônio Galvão. Além de administrar, Antônio Galvão explicou que a participação do Nic.br também será de agregar outras empresas e outros projetos ao PTT em desenvolvimento no estado.
Antônio Galvão ressalta ainda a importância da implantação do PTT no estado. ?Os usuários de internet, que estão em suas residências, terão uma melhoria significativa quanto a qualidade de acesso a, por exemplo, serviços do governo, acadêmicos e bancários?, disse.

O PTT Sergipe foi criado em janeiro deste ano, através de uma iniciativa da Emgetis, em parceria com o Banese, BK telecom, a RNP (Rede Nacional de Ensino e Pesquisa – organização social ligada ao Ministério de Ciência e Tecnologia) e diversos provedores locais.

Skip to content