Publicado: 14 de março de 2018, 13:47

Representante da USTDA acompanha reta final do projeto de modernização da TI em Sergipe


O representante no Brasil da Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA), Rodrigo Mota, visitou a Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) nesta quinta-feira, 01, para acompanhar o projeto de modernização da TI em Sergipe. Acompanhado pelo diretor-presidente Ezio Faro e de técnicos da Emgetis, Rodrigo Mota pôde conhecer também toda a infraestrutura da empresa, que administra a maior parte da comunicação de dados do Governo de Sergipe.

Durante a visita, o representante no Brasil da USTDA foi informado sobre o andamento do projeto de modernização em Sergipe, que prevê a ampliação da rede banda larga de alta velocidade em todo o estado, o aumento da segurança da informação e a economia para os cofres públicos. “O estudo está na fase final e deve ser finalizado nos próximos meses. Temos interesse que o projeto seja implementado e é muito bom ver que a Emgetis está trabalhando para viabilizá-lo, tentando levantar recursos e buscando suporte ao projeto que vai levar banda larga e acesso aos serviços de governo às comunidades mais afastadas”, comentou.

O diretor-presidente da Emgetis, Ezio Faro, ressaltou a importância da sua participação na Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep) para a conquista desta parceria entre o Governo de Sergipe e a USTDA. “Hoje estamos com três projetos de TI em condição de serem licitados e, no momento, estamos em busca de recursos que viabilizem a sua execução”, explicou.

Com a ampliação da banda larga para todo estado, prevista no projeto de modernização da TI em Sergipe, as áreas mais beneficiadas serão a saúde, educação e segurança. Na saúde, o objetivo é a implantação de uma rede mais ágil, interligando as unidades de pronto atendimento, urgências e postos de saúde, além de permitindo o uso de novas tecnologias na telemedicina. Na educação, será proporcionada uma ampla inclusão digital, através da conexão entre todos os municípios sergipanos, levando banda larga de alta velocidade a telecentros públicos e escolas. Na segurança, a proposta será por uma melhor interligação entre delegacias e órgãos de segurança, monitoramento por câmeras, reduzindo o tempo de resposta para solução de delitos e, consequentemente, diminuindo índices criminais.

Paralelo a esta ampliação da rede, o projeto também prevê investimentos em Data Center, oferecendo maior segurança dos dados públicos. “Falar em investimento no momento de crise pode parecer inviável, mas quando se trata de tecnologia, estes aportes tornam-se lucrativos, tendo em vista a economia gerada com a otimização dos serviços prestados pelo Governo do Estado”, explica Ezio Faro, lembrando que o plano de modernização e expansão de TI possibilita também uma parceria do Governo com o setor privado, visando melhorias na rede de telecomunicações de empresas que podem repassar um serviço de maior agilidade no acesso à internet ao consumidor final, seja ele empresarial e/ou residencial.

USTDA

A USTDA é a instituição responsável pelo financiamento de U$ 600 mil (aproximadamente R$ 2 milhões), sem contrapartida do Governo do Estado, dos projetos de modernização da TI em Sergipe. Através dela, foi aberta uma concorrência pública, onde empresas americanas puderam encaminhar propostas que, posteriormente, foram avaliadas pela Emgetis, de acordo com os três projetos, ampliação da banda larga, a projeção de um ambiente para abrigo dos sistemas de armazenamento de dados da Rede Governo (Data Center); e a segurança dessa Rede.

Skip to content