Projeto de Governo Eletrônico começa a ser discutido no Estado

Governo Eletrônico. Este foi o tema da reunião que aconteceu no início da manhã desta quarta-feira, 9, na Agência de Tecnologia da Informação (Agetis) e contou com a presença da assessora do núcleo de integração e projetos da Secretaria de Estado da Comunicação (Secom), Kadydja Albuquerque, além da diretoria executiva da Agetis, composta por Cláudio Silva, presidente, Ulisses Benedito, diretor administrativo e financeiro, e Milson Barreto Filho, diretor técnico. Estiveram presentes também a técnica de informática da Agetis, Sueli Bacelar e o assessor de comunicação, Rodrigo Garcia.

Segundo Cláudio Silva, este foi apenas o marco inicial para a formulação do projeto de Governo Eletrônico no âmbito da administração estadual. O programa, que vai integrar diversas secretarias e órgãos do poder público, visará proporcionar ao cidadão sergipano uma maior acessibilidade aos serviços prestados pelo Governo do Estado. “Além disso, a idéia é construir um portal que reúna a maior quantidade possível de informações sobre o governo, além de facilitar a chegada de informações deste a sociedade”, afirmou o presidente da Agetis.

Ele destacou ainda que o próximo passo para o andamento do projeto será a constituição de um Comitê, do qual vão participar os órgãos e secretarias interessadas no assunto. Posteriormente, será elaborado, em conjunto com os secretários, um documento de diretrizes que o Governo seguirá para implementar o projeto de Governo Eletrônico.

Kadydja Albuquerque afirmou que a reunião deu início a um projeto fundamental para o Governo do Estado, que tem como uma das suas principais preocupações a inclusão social. “A criação do portal é apenas o começo do projeto de Governo Eletrônico que se pretende implementar. Aliados a isso, vão ser elaborados novos projetos que possam levar mais cidadania para os sergipanos”, disse a representante da Secom. Na oportunidade, ela salientou também que essas ações vão integrar as diversas secretarias neste sentido. “O ideal é que todo os setores do governo atuem em conjunto”, finalizou Kadydja

Última atualização: 8 de setembro de 2017 10:53.

Pular para o conteúdo