Publicado: 11 de maio de 2017, 12:12

Presidente da Emgetis detalha acordo entre a empresa e USTDA

O diretor-presidente da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), Ezio Faro, reuniu os empregados nesta quarta-feira, 27, para dar detalhes sobre o acordo de concessão assinado entre a empresa e os Estados Unidos. O documento dá início oficialmente ao Plano de Modernização e Expansão da TI no Estado. Com um investimento de US$ 600 mil (cerca de R$ 1,8 mi) – via Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA) – será possibilitada a assistência técnica que beneficia três projetos indicados pela Emgetis.
“Os nossos esforços envolveram a Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e da Comunicação, visitas aos Estados Unidos sem custos para o Estado e, acima de tudo, a valorização de projetos almejados por técnicos da Emgetis, pois sabemos da importância que a TI tem hoje para o mundo inteiro, com a tecnologia visivelmente dominando todas as áreas”, comentou Ezio Faro.

Os projetos indicados pela Emgetis são a cobertura de internet banda larga para atender a todo o Estado em áreas governamentais, como Saúde, Educação e Segurança Pública; a projeção de um ambiente que abrigará sistemas de armazenamento de dados da Rede Governo (Data Center); e a segurança dessa Rede, preparando-a para imprevistos ou eventos que possam causar-lhe danos.

Planejamento Estratégico

O assessor de planejamento da Emgetis, Mário Andrade, aproveitou a reunião geral para falar sobre o Planejamento Estratégico do Governo 2015-2018, já que está responsável por representar a empresa no processo. “A prioridade no planejamento estratégico como um todo está voltada aos municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano e, com a execução dos projetos indicados pela Emgetis, a internet banda larga estará presente em todos os 75 municípios do Estado. Sergipe conta ainda com algumas vantagens, como o reduzido tamanho geográfico do Estado, o que facilita a construção de redes de comunicação e reduz custos”, observou Mário.

Mário comentou ainda sobre a existência de uma série de parceiros que já trabalham no compartilhamento de redes na Grande Aracaju e que têm interesse em alcançar o interior do Estado. Esta informação foi detalhada posteriormente pelo gerente de Projetos da Emgetis, Ricardo Torres. “Essa rede hoje é formada por Emgetis, Tribunal de Justiça do Estado, Banco do Estado de Sergipe e pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa. Hoje o Estado tem uma rede metropolitana com cerca de 60km de extensão. A ideia agora é ampliar essa rede e interligar com qualidade todos os órgãos públicos, usando alta velocidade”, apontou Torres.

Organização

Na última terça-feira, 26, membros da Emgetis já se reuniram para iniciar a coleta de informações e direcionar algumas das ações que darão suporte à equipe que vier dos Estados Unidos para fazer os trabalhos de assistência técnica.

Por Andreza Azevedo
Fotos: Ascom/Emgetis

Skip to content