Publicado: 31 de julho de 2017, 10:15

Monitores das lan houses do Verão Digital participam de treinamento

Com a finalidade de oferecer um serviço de qualidade aos sergipanos, o Governo do Estado, por meio da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), realizou o treinamento dos monitores responsáveis pelos pontos de atendimento ao cidadão para acesso à internet durante o Verão Digital. A ação faz parte da iniciativa coordenada pela Secretaria de Estado da Casa Civil (Secc), que cobrirá alguns pontos da Orla de Atalaia com uma rede de comunicação virtual sem fio (wireless).

O grupo de 10 monitores da Empresa Sergipana de Turismo (Emsetur) participou de dois dias de orientação, tendo a oportunidade de aprender a utilizar o programa de controle de acesso à internet, bem como administrar a prestação de serviço nas lan houses instaladas no Centro de Arte e Cultura J. Inácio e no prédio localizado em frente à área do Sesc.

“No primeiro dia foi repassada toda a parte teórica do software gerenciador de acesso. Nesta quinta, a aula foi ministrada in loco para os alunos desenvolverem o que foi aprendido”, explicou o instrutor e técnico da Emgetis, Robert Mercenas.

“O treinamento vai ajudar muito e possibilita mais experiência para nós”, declarou a monitora Tiziane Aparecida de Oliveira, acrescentando que o trabalho na lan house vai permitir um relacionamento com as pessoas que desejarem acessar a internet no local.

Para a comissão responsável pelo projeto Verão Digital, formada pelo coordenador de Redes da Emgetis, Jesuíno Maciel e pela técnica da Casa Civil, Isabela Piva, o objetivo é atender bem as expectativas da população e dos turistas, tanto nos ambientes das lan houses, quanto nas zonas Wi-Fi (área com disponibilidade de sinal para a internet).

Verão Digital

No período entre 10 de janeiro e 31 de março, o Governo do Estado disponibilizará acesso gratuito à internet na Orla de Atalaia. Além dos pontos fixos, qualquer pessoa com um notebook também poderá acessar gratuitamente a rede mundial de computadores.

O projeto conta com o apoio de outros órgãos estaduais e com a parceria da empresa de telefonia Oi. Com a iniciativa, o Governo pretende avançar nos projetos de universalização do direito aos meios de informação e comunicação, que já está se tornando realidade nas escolas públicas do Estado.

Skip to content