Publicado: 4 de setembro de 2017, 12:07

GT de Governo Eletrônico participa da Conferência do Médio Sertão

O Grupo de Trabalho (GT) de Governo Eletrônico de Sergipe acompanhou nesta terça-feira, 10, mais uma etapa do Planejamento de Desenvolvimento Territorial Participativo de Sergipe (PDTP), que aconteceu no município de Aquidabã. Desta vez o evento discutiu as necessidades dos habitantes da região do Médio Sertão, que, além de Aquidabã, inclui os municípios de Cumbe, Nossa Senhora das Dores, Feira Nova, Graccho Cardoso e Itabi.

O GT de Governo Eletrônico, composto por servidores da Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe (AGETIS), da Secretaria de Estado da Casa Civil e da Secretaria de Estado da Comunicação, está participando de todas as etapas do PDTP no intuito de conhecer as demandas de cada região no que se refere ao tema “Administração Pública”.

Segundo Ulisses de Paula, coordenador do GT e diretor administrativo da Agetis, a participação em todas as etapas do planejamento está sendo de extrema importância para o GT, porque desta forma é possível conhecer as demandas de cada município nos que diz respeito as tecnologias da informação e da comunicação.

No Conferência do Médio Sertão, o Grupo foi representado por Rodrigo Garcia Braz, gerente de comunicação da AGETIS, Caroline Bueno, coordenadora de comunicação da Casa Civil e Paloma Abdallah, assessora do Núcleo de Integração e Projetos da Secom.

Abertura

Representando os municípios do Médio Sertão na abertura do evento, a vice-prefeita de Aquidabã, Ana Cristina Azevedo Carvalho, falou sobre o pioneirismo do Governo do Estado em realizar as conferências, sejam elas municipais ou territoriais. “É a primeira vez que o Governo vem até o povo para ouvir opiniões, dando oportunidade de se falar sobre vários temas. Aquidabã está de braços abertos para esse dia, porque estamos vendo que chegou a hora da mudança. É uma nova forma de governar com o povo”, afirmou Ana Cristina.

Representando a secretária de Planejamento, Lúcia Falcón, que está em Brasília tratando de assuntos referentes ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), o secretário adjunto do Planejamento, Guilherme Rebouças, abriu a Conferência, destacando a importância da territorialização para fomentar as ações de planejar.

“Quando agrupamos municípios com características e problemas semelhantes, fica mais fácil fazer um planejamento. É importante que as prefeituras sejam solidárias para perceber que um investimento em um município vizinho pode ajudar o seu próprio município”, disse Guilherme, ressaltando que a responsabilidade dos delegados é muito importante na hora de definir prioridades.

A primeira dama do Estado, Eliane Aquino, representou o governador Marcelo Déda, que também está em Brasília em busca de recursos para o Estado através do PAC. Eliane destacou a importância da participação popular na construção coletiva de sugestões e planos.

“Só quem vive a realidade de cada município pode colocar as demandas da cidade de forma coerente. Eu peço que as pessoas executem essa tarefa com consciência, para definir o que realmente elas necessitam e para que possam construir um plano com o Governo do Estado”, declarou Eliane, que também solicitou uma atenção especial para a temática Educação, destacando que ela deve ser associada ao lazer das crianças.

“Estamos buscando uma construção coletiva de um planejamento, mas sabemos que a base para tudo é a educação, fator muito importante para o futuro dessas crianças”, reforçou.

As conferências

As conferências territoriais discutem os problemas dos municípios, com a apresentação de sugestões e a definição das prioridades para um plano de ações por parte do Governo do Estado. Para isso, é essencial a presença de delegados e suplentes escolhidos nas conferências municipais.

Os delegados interagem e elegem as questões mais urgentes para cada região. Os pontos analisados são referentes aos temas Educação; Saúde; Assistência Social; Segurança; Agropecuária; Administração Pública; Habitação; Cultura, Esporte e Lazer; Indústria, Comércio, Serviços e Turismo; Infra-estrutura: estradas, energia e saneamento ambiental.

A próxima conferência territorial abrange os municípios do Sul de Sergipe. O evento, que acontece em Boquim no próximo dia 13 de julho, terá representantes de Estância, Indiaroba, Itabaianinha, Arauá, Cristinápolis, Tomar do Geru, Umbaúba, Santa Luzia do Itanhy, Pedrinhas e Salgado.

Skip to content