Publicado: 31 de julho de 2017, 11:29

Governo publica decreto que institui o e-DOC Sergipe

Modernização e desburocratização da gestão estadual. Essas são as ações promovidas pelo Governo do Estado com a implantação do Sistema para Gestão Eletrônica de Processos e Documentos (e-DOC Sergipe), que foi instituído através do decreto estadual nº 26.510/2009, em 1º de outubro.

O Governo do Estado está investindo em tecnologias para racionalizar e otimizar os processos de trabalho, por meio da digitalização de todo documento oficial em trâmite entre os órgãos administrativos. Para isso, a Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), vinculada à Secretaria de Estado da Casa Civil, está realizando capacitações entre os servidores e processando as etapas de cada projeto que envolve o e-DOC.

O objetivo dessa ferramenta é a sistematização do gerenciamento da informação, para transformar a atual sistemática processual – baseada na tramitação física dos documentos – numa sistemática eletrônica, mais ágil, segura e menos dispendiosa. Com isso, serão diminuídos os gastos do Governo, já que serão imediatamente eliminadas as barreiras geográficas na distribuição e compartilhamento de informações.

De acordo com o secretário de Estado da Casa Civil, Oliveira Júnior, a ideia é diminuir as despesas do Estado utilizando um novo sistema que vai solucionar os problemas de gestão informacional. “Após a implantação do Sistema de Gestão Eletrônica de Documentos e Processos, os gestores e funcionários do setor público terão acesso à tramitação dos processos, no âmbito do Governo de Sergipe, e no futuro os próprios cidadãos poderão acompanhar diretamente todo o trâmite de projetos do seu interessando, avançando nas transparências das ações do governo”, disse.

A instituição do e-DOC Sergipe engloba três projetos: aquisição de Solução para Gerenciamento Eletrônico de Documentos (GED); disponibilização de certificados digitais, que serão utilizados pelos gestores, por meio de assinatura digital, em todos os documentos oficiais, para manter o processo em formato eletrônico; e formulação de diretrizes como suporte à implementação do GED.

Segundo o presidente da Emgetis, Ulisses Benedito de Paula, esse sistema eletrônico romperá alguns paradigmas, pois institui a documentação e o fluxo de informações sem a necessidade do uso do papel. “Com a Solução do GED, o documento vai tramitar virtualmente entre caixas postais, semelhante à lógica do correio eletrônico”, afirmou, acrescentando que a Solução do GED já está hospedada em ambiente seguro, garantido pelo Data Center da Emgetis.

Skip to content