Emgetis representa SE em missão técnica aos EUA

O diretor presidente da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), Ezio Faro, participou neste mês, nos Estados Unidos, da Missão Comercial ‘Brazil Cloud Computing and Big Data Technologies Reverse Trade Mission’. Ele viajou, assim como outros membros de empresas públicas de TI brasileiras, a convite da Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA), sem custos para o Governo de Sergipe.

De 4 a 14 de novembro, esses gestores tiveram a oportunidade de verificar as melhores práticas e tecnologias inovadoras referentes à computação em nuvem e ao gerenciamento de grandes volumes de dados. Além de Sergipe, representado pela Emgetis, a ação teve a presença de dos Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro, Espírito Santo e Distrito Federal.

Para Ezio Faro, que hoje responde também pela vice-presidência Executiva da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep), a missão vem mais uma vez confirmar a importância da troca de experiências entre as empresas públicas de TI brasileiras e as corporações e órgãos públicos internacionais da área.

“Visitamos empresas que são efetivamente referências no mercado mundial. Ficamos muito impressionados com a tecnologia e a organização, com destaque para o sistema de transporte público em Nova York, que hoje utiliza aplicativos que facilitam de forma real a vida dos seus usuários, mostrando dados como o tempo de deslocamento de um ônibus ou metrô até o local onde o cidadão está”, enfatizou Ezio Faro.

Cronograma

O grupo conheceu práticas internacionais na área de tecnologia da informação, passando por San Mateo (Califórnia), com visita à CalCloud, uma iniciativa desenvolvida em colaboração entre o ‘California Department of Technology’ e a IBM que oferece serviços em nuvem para as agências governamentais estaduais e locais.

A programação abrangeu ainda visitas a algumas das empresas mais sofisticadas especializadas em armazenamento, gerenciamento de dados e segurança para serviços de computação em nuvem. Em Nova York, os participantes da missão checaram como a computação em nuvem tem possibilitado ao Departamento de Transporte o uso de grandes quantidades de dados com um conjunto de aplicativos móveis e web.

Já em Dallas (Texas), o destaque ficou com o ‘Texas Department of Information Resources’, que está criando uma nuvem privada que utiliza sistemas de engenharia.

Por Andreza Azevedo
Fotos: Divulgação

Última atualização: 15 de maio de 2017 15:59.

Pular para o conteúdo