Publicado: 24 de agosto de 2017, 09:29

Emgetis realiza IV Reunião de Comunicação Interna

Com o intuito de fomentar a participação dos funcionários na condução das políticas adotadas pelo órgão, a antiga Prodase – Companhia de Processamento de Dados de Sergipe – e agora Emgetis – Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação, realizou a IV Reunião de Comunicação Interna na manhã da última sexta, dia 20. “As reuniões de comunicação serão retomadas para discutir freqüentemente o planejamento do órgão e apresentar os resultados de nosso trabalho”, explicou o diretor administrativo e financeiro Ulisses de Paula, ao iniciar o encontro.

O encontro contou com a presença de todos os funcionários da empresa, que, de acordo com Ulisses de Paula, são os protagonistas do avanço nas políticas de comunicação da companhia. “Juntos, vamos todos alinhar o nosso canal de comunicação, a empresa e toda a equipe”, afirmou. Na ocasião, foram tratados temas como a mudança de nome do órgão, governança e arquitetura de Tecnologia da Informação (TI), planejamento e estruturação, projetos e processos.

Para o diretor presidente da Emgetis, Cláudio Luiz da Silva, que presidiu a reunião, uma das mudanças significativas na comunicação do órgão é a transformação de Prodase para Emgetis – , prevista para ocorrer de forma definitiva no mês de julho. A transformação, definida por lei em abril do corrente ano, torna definitivo o papel da empresa que passa por mudanças desde governos estaduais anteriores.

Em agosto de 2004, a Agetis – Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe – surgiu por lei em forma de autarquia para substituir a Prodase (criada em 1977), que entrou em processo de liquidação. Depois de quase quatro anos, a Agetis foi extinta e a Prodase, que jamais foi liquidada, foi reativada através da Lei nº. 6.336, de janeiro de 2008, assumindo todos os bens, direitos e obrigações da extinta Agetis, e todos os empregados normalizaram o antigo vínculo empregatício de regime celetista. Além disso, foram extintos todos os cargos de comissão e funções de confiança que existiam na Agetis. A transformação para Emgetis, irá manter essa situação, mudando a natureza de sociedade de ecomonia mista para empresa pública, que tem como cliente exclusivo o governo de Sergipe.

Cláudio Luiz da Silva enfatizou opapel renovado da Emgetis enquanto um dos elementos da governança em TI do governo de Sergipe. “De acordo com o modelo aqui proposto, nós vamos trabalhar com planejamento e estruturação, geração de projetos e gestão de ativos como fatores componentes da gestão de TI. O planejamento de TI requer muito mais que apenas comprar computadores ou realizar serviços de informática, e sim pensar a necessidade desse tipo de tecnologia em parceria com os órgãos e secretarias de Sergipe. Essa será a principal função da Emgetis e nós estamos preparados para esse nobre trabalho”, afirmou o diretor presidente.

Para dar continuidade ao trabalho de comunicação entre gestores e funcionários, processo tão importante para o bom funcionamento de qualquer empresa, as reuniões de comunicação interna continuarão sendo realizadas na Emgetis entre os dias 15 e 20 de cada mês.

Fotos: Milena Ninck

Skip to content