Publicado: 3 de agosto de 2017, 10:58

Emgetis participa de palestra sobre software público

Presidente e técnicos da empresa assistiram à apresentação sobre software público feita pelo gerente de Inovações Tecnológicas do Ministério do Planejamento, Corinto Meffe. Gerentes de TI de vários órgãos também participaram do evento.

Na tarde dessa quarta-feira (13/05), representantes da Emgetis participaram da palestra ‘O potencial brasileiro com a experiência do software público’, proferida pelo o gerente de Inovações Tecnológicas do Ministério do Planejamento, Corinto Meffe. Entre o público formado por gerentes de Tecnologia da Informação (TI) dos órgãos estaduais, estavam presentes o presidente da empresa Ulisses Bendito de Paula, os gerentes Eládio Portugal e Sueli Bacelar e o coordenador de Inovação, Mário Andrade.

O evento que ocorreu no auditório da Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise), colocou em discussão a política de uso e desenvolvimento de software pelo setor público no Brasil. A iniciativa partiu de um convite feito pelo secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia, Jorge Santana, que enxergou na palestra uma forma de ampliar o entendimento no assunto e trazer benefícios para a área de TI no estado.

“Esse é um tema amplo, que certamente interessa a todos que estão aqui, até porque, além de tirar dúvidas, traz meios de estabelecer e fortalecer parcerias entre os Governos Federal e Estadual na área de TI. Além disso, particularmente sempre fui defensor do software aberto, principalmente quando o dinheiro para a sua aquisição é público, e essa é uma das temáticas abordadas pelo palestrante”, pontuou o secretário.

“Achei muito importante a iniciativa, por provocar discussões, trazer esclarecimentos e nivelar as informações sobre o assunto. Um dos pontos que mais chama a atenção é o código aberto, ou seja, programas que podem ser alterados, editados por qualquer cidadão que tenha conhecimento na área, o que facilita as adaptações de acordo com a necessidade de cada um”, avaliou o presidente Ulisses.

Benefícios

Na palestra, Corinto Meffe mostrou que o Software Público Brasileiro facilita a implantação de novas ferramentas nos diversos setores administrativos dos estados, promove a integração entre as unidades federativas e oferece um conjunto de serviços públicos para sociedade com base no bem denominado software.

“A apresentação refere-se à uma atividade desenvolvida há dois anos pelo Governo Federal, uma experiência de disponibilização e compartilhamento de produção de softwares com a sociedade brasileira. A intenção é fazer com que ele possa ser acessado por qualquer cidadão, aumentando o número de usuários e agilizando a sua produção, o que movimenta a economia”, declarou.
Para ele, uma das principais vantagens do software público é o compartilhamento de informações facilitado. “No mundo concreto, um exemplo bastante elucidativo é uma solução na área de saneamento que teve um custo de cerca de R$ 4 milhões. Ela foi desenvolvida com recurso público e a solução foi colocada em nosso portal. Hoje quatro outros órgãos já utilizam esse modelo. Na verdade, o escopo de contratação muda. Em vez de você contratar um software, você contrata as melhorias que você já tem direito a baixar e milhares de pessoas podem ser beneficiadas”, explicou.
Com informações e fotos da assessoria de Comunicação da Sedetec

Skip to content