Publicado: 3 de agosto de 2017, 11:11

Emgetis e profissionais TI do Estado participam de encontro sobre novas soluções

Técnicos da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) e de outros órgãos do Governo de Sergipe conheceram softwares de infraestrutura de negócios fornecidos pela empresa Software AG.

Nessa quarta-feira (29/04), representantes da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis), das Secretarias de Estado da Fazenda (Sefaz), Segurança Pública (SSP) e do Departamento Estadual de Trânsito de Sergipe (Detran/SE) participaramde um encontro no Hotel Quality, para conhecerem novas soluções de Tecnologia da Informação (TI) prestadas pela empresa Software AG.

A abertura do evento se deu com a palavra do presidente da Emgetis, Ulisses Benedito de Paula, que explicou a transformação da Prodase em empresa pública, destacando a função do novo órgão. “A definição do papel da Emgetis é cuidar da governança de TI no âmbito da administração pública estadual, em conjunto com as secretarias e órgãos”, declarou o presidente enfatizando que a parceria é a melhor estratégia para se alcançar resultados com a governança.

De acordo com Ulisses, a intenção é que cada secretaria cuide das soluções de TI específicas de sua área, cabendo à Emgetis atuar como articuladora para as soluções corporativas visando maior integração. “É importante estabelecer canais adequados para as parcerias ocorrerem de maneira organizada e disciplinada”, completou.

Durante o encontro, funcionários da Software AG falaram acerca da nova sede da empresa instalada no Brasil, suas atuações e sobre as recentes soluções de software de infraestrutura de negócios.
A gerente de comercial da Software AG, Nadir Saliba, avaliou que a visão da Emgetis em trabalhar com a parceira é importante para otimizar os recursos e agir de maneira corporativa. “A Emgetis tem um papel essencial que é promover a governança de TI, já que detém conhecimento na área. Além disso, a empresa está sempre comprometida em buscar soluções para órgãos, de modo que a prestação do serviço que envolva TI seja mais eficiente para o cidadão”, acrescentou.

Skip to content