Publicado: 27 de junho de 2017, 16:40

Emgetis disponibiliza nova versão do Expresso Livre

Com o objetivo de aprimorar a comunicação web do governo estadual, através das ferramentas de tecnologia da informação (TI), a Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) – vinculada a Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag) – concluiu o processo de migração e atualização do correio eletrônico corporativo Expresso Livre Sergipe. A partir de agora, a ferramenta conta com uma versão de software mais avançada e com servidores de armazenamento e processamento de dados mais modernos.

Ao acessar o correio eletrônico, o usuário já percebe a primeira novidade: o layout da caixa de mensagem, mais leve e intuitiva. Além do design diferenciado, a nova versão do Expresso Livre Sergipe permite ao usuário exportar e importar pastas de mensagens de um diretório do computador pessoal, bem como compartilhá-las com outros usuários. Outra novidade é a possibilidade de disponibilizar o acesso ao Catálogo de Endereços a outras pessoas que utilizam o correio corporativo.

De acordo com a coordenadora da equipe responsável pela implantação do novo ambiente do Expresso, Edjane Santana, outra mudança deverá ser implementada nos próximos dias: a ampliação da capacidade padrão das caixas de mensagens, que aumentará a cota de armazenamento em 200%. “Os novos usuários cadastrados possuirão uma conta com 300 MB e os usuários atuais terão a cota expandida”, adianta.

Na nova versão do Expresso há um reforço na segurança de acesso, com a inclusão do mecanismo “Captcha” – Completely Automated Public Turing test to tell Computers and Humans Apart – que garante a digitação humana do login e da senha, evitando a ação automática de programas mal intencionados. “A partir da segunda tentativa de acesso, o sistema ativa o mecanismo barrando a ação de “robôs” [softwares maliciosos] que efetuam tentativas sucessivas de acesso”, detalha Rodrigo Cavalcante, técnico integrante da equipe de trabalho composta ainda pelo técnico Bleno Lopes.

Para o sucesso da iniciativa, a equipe da Emgetis dedicou um mês de estudos e testes da ferramenta. “A nossa preocupação foi atender ainda melhor os usuários do Expresso, buscando alternativas para aprimoramento da performance do sistema e mais funcionalidades”, acrescenta Edjane Santana.

Implantado em 2007 com cerca de 500 usuários ativos, o Expresso Livre Sergipe revela, a partir das estatísticas, a sua relevância no cotidiano dos servidores estaduais. Com mais de 18 mil contas cadastradas atualmente, a ferramenta apresenta um fluxo médio diário de aproximadamente 101.400 mensagens eletrônicas, com registro de 27.750 e-mails enviados e 73.730 recebidos.

Economia

Traçando um paralelo com ferramentas similares baseadas em software proprietário e licenciamento anual, a economia gerada para os cofres públicos pelo Expresso Livre alcança cerca de R$ 6 milhões a cada ano.

Para o Diretor de Tecnologia da Emgetis, Milson Barreto, o esforço da Emgetis consolida a ferramenta Expresso Livre Sergipe como instrumento de integração dos órgãos estaduais. “Esta iniciativa é de fundamental importância para a informática pública, pois além da excelente performance da ferramenta, a definição de uma plataforma baseada em softwares livres, proporciona uma considerável economia que deverá ser aplicada em áreas sociais. Hoje o Expresso Livre é utilizado pelas maiores empresas públicas de informática do país, como o Serpro, a Dataprev, a Celepar, entre outras, o que assegura a seu aprimoramento e evolução tecnológica” avalia.

Outros ambientes

Outra importante vantagem proporcionada pelo Expresso, em função de não ter custo de licenciamento, é propiciar três ambientes distintos de comunicação web: o correio corporativo da Administração Pública Estadual, um Correio Eletrônico exclusivo para a comunidade da educação pública estadual e outro voltado para o atendimento de algumas prefeituras e órgãos fora da Administração Pública Estadual.

Skip to content