Publicado: 31 de julho de 2017, 10:58

Emgetis comemora primeiro ano de serviços prestados no Governo

Na última segunda-feira, 30, os colaboradores da Emgetis comemoraram o primeiro ano de prestação de serviços do órgão, enquanto empresa pública, aos entes da Administração Pública Estadual. Apesar de recente, a Emgetis é herdeira da antiga Companhia de Processamento de Dados de Sergipe (Prodase), e assumiu a responsabilidade de executar a Política Estadual de TIC.

Na última segunda-feira, 30, os colaboradores da Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) iniciaram o expediente comemorando o primeiro ano de prestação de serviços do órgão, enquanto empresa pública, aos entes da Administração Pública Estadual. Apesar de recente, a Emgetis é herdeira da antiga Companhia de Processamento de Dados de Sergipe (Prodase), e assumiu a responsabilidade de executar a Política Estadual de Tecnologia da Informação e da Comunicação (TIC).

“Foram muitas conquistas e muito trabalho durante esse ano. O mais bacana é a energia das pessoas desta empresa, que proporcionou essas realizações”, declarou o presidente Ulisses Benedito de Paula. Ele acrescentou que o grande diferencial da Emgetis é a qualidade técnica dos profissionais de todas as áreas do órgão, que permitiu a consolidação da nova estrutura e o desenvolvimento de projetos de abrangência estadual.

Estruturação

Durante este primeiro ano, foram empreendidos esforços para estruturar o órgão, como a elaboração do Regimento Interno e implantação da nova estrutura organizacional. Essas ações permitiram a criação de novas unidades na empresa, como o Escritório de Gestão de Projetos (Eproj), o Escritório de Gestão de Processos de Negócios (Epron) e a Área de Governança e Inovação (Argin).

Com a adoção de uma metodologia baseada na gestão por projetos e por processos, a Emgetis desenvolveu um trabalho planejado, com utilização de ferramentas de administração de atividades e de projetos. Além disso, foi montada a cadeia de valores da empresa, com o mapeamento das áreas e a participação delas nos processos internos.

“Este ano marca o sucesso da Emgetis, porque além da estruturação, mostramos resultados. Estamos avançando com um rumo claro e definido, executando ações alinhadas à missão da empresa”, disse Ulisses. A empresa já conta com o planejamento estratégico para o ano de 2010 e definiu, durante esse período de sua consolidação, a missão de promover a Governança e viabilizar soluções corporativas de TIC para a Administração Pública, como exemplo o e-DOC Sergipe (Sistema para Gestão Eletrônica de Processos e Documentos) e o correio eletrônico Expresso Livre Sergipe.

Comemoração

A programação do evento de aniversário da empresa contou com a apresentação de resultados das seguintes unidades: Argin, Epron, Eproj, Assessoria de Planejamento Estratégico (Asple), Assessoria Jurídica (Asjur) e o gerente de projeto Francisco Rocha. Entre os pontos tratados, estiveram a implantação do e-DOC realizada no último dia 23, a apresentação das inovações do Eproj.

Na oportunidade, foram anunciados os colaboradores eleitos como Destaque Emgetis 2009: Antonio Manoel Nascimento – gerente da Área de Infraestrutura (Arinf), Maria Antonia Machado – assessora de Controle Interno, Thiago Dantas – estagiário da Asjur, Isa Santana – secretária da Argin e Grazielle Matos, assessora de Comunicação.

Histórico de transformações

Com registro na Junta Comercial de Sergipe datado de 27 de novembro de 2008, a Emgetis é resultado da transformação da Prodase em empresa pública, de acordo com Lei nº. 6.396 de 04 de abril de 2008, que autorizou o processo. O surgimento da nova empresa foi antecedido por um longo cenário de transformações. Em 21 de dezembro de 1977, criou-se a Sociedade de Economia Mista denominada Prodase, com objetivo de organizar as atividades de informática e de processamento de dados no âmbito da administração estadual direta e indireta.

Já em 26 de agosto de 2004, o governador da época criou a Agência de Tecnologia da Informação de Sergipe (Agetis), uma autarquia de regime especial da administração estadual, que assumiu as atividades da Prodase. Três anos depois, após a Reforma Administrativa elaborada pelo governador Marcelo Déda Chagas, a Agência passou a ser vinculada à Secretaria de Estado da Casa Civil (Secc) e foi designada para coordenar as políticas públicas na área de TICs.

Visando garantir o vínculo empregatício dos servidores públicos estaduais concursados para a Prodase, o governador Marcelo Déda promulgou, em 02 de janeiro de 2008, a Lei nº 6.336, que extinguiu a Agetis e trouxe de volta a Prodase. De acordo com o decreto, a Prodase assumiu todos os bens, direitos e obrigações da extinta Agetis.

Atualmente, a Emgetis cumpre um papel voltado para inovação em termos de TIC, pois nasceu com uma estrutura administrativa diferenciada e se volta para uma metodologia de trabalho moderna. Além disso, a empresa tem como prerrogativa, encarar a TIC como um elemento estratégico na busca por bons resultados e, consequentemente, viabilizando a melhor prestação do serviço público ao cidadão.

Skip to content