Acessibilidade

Publicado: 7 de maio de 2015

Emgetis assinará acordo com o Governo dos EUA

No próximo dia 20 de maio, às 9h, no Auditório do Palácio dos Despachos, a Empresa Sergipana de Tecnologia da Informação (Emgetis) celebrará um acordo de concessão com o Governo dos Estados Unidos, por intermédio da Agência dos Estados Unidos para o Comércio e Desenvolvimento (USTDA), que se compromete a ceder US$ 600 mil (cerca de R$ 1,8 milhão) para financiar o Plano de Modernização e Expansão da Tecnologia da Informação em Sergipe.
O acordo abrange projetos elaborados pela Emgetis e, para todos os efeitos relevantes ao Acordo de Concessão, o Governo dos Estados Unidos da América será representado, no ato da assinatura, pelo Cônsul dos EUA no Brasil ou pela USTDA, e a Emgetis, pelo seu diretor-presidente, Ezio Faro.

Projetos

Serão contemplados três projetos elaborados pela Emgetis: a cobertura de internet banda larga para atender a todo o Estado em áreas governamentais, como Saúde, Educação e Segurança Pública; a projeção de um ambiente que abrigará sistemas de armazenamento de dados da Rede Governo (Data Center); e a segurança dessa Rede, preparando-a para imprevistos ou eventos que possam causar-lhe danos.

De acordo com o diretor-presidente da Emgetis, Ezio Faro, com o acordo, uma empresa norte-americana – entre as credenciadas pela USTDA – será selecionada pelo Governo de Sergipe para examinar aspectos técnicos, financeiros, ambientais, dentre outros necessários à efetivação dos projetos, gerando economia para o Governo do Estado, que por sua vez receberá esses projetos prontos para executá-los.

“A data limite de conclusão para a assistência técnica prestada é 30 de junho de 2016. Até lá, devem ser desenvolvidos um roteiro de expansão da rede de banda larga por fibra e sem fio de todo o Estado e uma proposta de modernização do centro de dados do governo estadual. Após a assinatura do Acordo de Concessão, a empresa responsável pela assistência técnica (elaboração dos projetos) virá a Sergipe e trabalhará em conjunto com as principais instituições envolvidas, entre elas Emgetis; Secretarias de Estado da Fazenda, Educação e Saúde; Polícia Militar; Polícia Civil; Tribunal de Justiça; Detran e Banese.”, informa.

Deverão participar da solenidade de assinatura o cônsul dos EUA em Recife; o Diretor Regional da USTDA na América do Sul; o Diretor da USTDA no Brasil; o superintendente do Banese; Secretários de Estado e representantes de instituições de ensino e pesquisa.

USTDA

A USTDA disponibiliza recursos para assistência técnica de planejamento de projetos de infraestrutura em outros países, a exemplo do Brasil, fazendo estudos de viabilidade. Estes estudos avaliam aspectos técnicos, financeiros, ambientais, legais e críticos dos projetos de desenvolvimento de infraestrutura que sejam de interesse para potenciais financiadores e investidores.

Os recursos da USTDA são a fundo perdido, não são empréstimos. Os donatários não têm que reembolsar a USTDA. A cada ano, a agência financia – a fundo perdido – aproximadamente 125 atividades, com um montante médio que chega a US$400 mil por atividade, ou seja, US$ 50 milhões por ano.

A USTDA está ativa em mais de cem países. A agência tem a sua sede na área de Washington D.C., em Arlington, Virgínia. Além disso, tem representantes na África do Sul e Tailândia para promover o programa da agência pela África e Ásia.

Por Andreza Azevedo
Foto: Arquivo/Emgetis


Última atualização: 11 de maio de 2017