Publicado: 11 de maio de 2017, 09:46

Adaptações na comunicação institucional promovem a inclusão do deficiente visual

Técnico da Divisão de Educação Especial (Dieesp), Jossivaldo SilvaDesde o mês de agosto, o Governo de Sergipe, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seed) e a Empresa Sergipana de Tecnologia de Informações (Emgetis), realizou adaptações no sistema de comunicação institucional, por meio do domínio Expresso.

A iniciativa, que partiu da Seed, com decisiva colaboração das Assessorias de Comunicação dos dois órgãos envolvidos, facilitou o processo de comunicação interna, permitindo a acessibilidade dos servidores com deficiência visual.

O programa utilizado converte textos escritos em áudio. Todas as solicitações de mensagens feitas pelos órgãos e entidades do Governo devem conter não apenas informações em formato de imagem, mas também em formato de texto e áudio.

Para o técnico da Divisão de Educação Especial (Dieesp), Jossivaldo Silva, que é cego de nascença, esse novo sistema proporciona a inclusão das pessoas com deficiência visual e oportuniza a inserção do deficiente no mercado de trabalho.

“Estou gostando muito desse novo sistema, pois agora consigo ler tudo que é enviado pelo Governo para este setor. Foi um avanço que proporcionou a inclusão e o acesso à informação dos servidores com algum tipo de deficiência visual”, declarou Jossivaldo.

Inclusão

Aparecida Nazário, chefe da Dieesp/SeedSegundo Aparecida Nazário, chefe da Dieesp, essa ação foi determinante para a promoção da inclusão do deficiente visual. “Garante um trabalho mais hábil facilitando o acesso à pesquisa e à informação”.

Nazário ressalta que atualmente existem dois servidores com cegueira total e “esse novo programa deve abrir mais vagas para outros deficientes visuais que, utilizando desta ferramenta, pode produzir melhor e demonstrar toda sua potencialidade”, destacou a chefe da Dieesp.

Fotos: Eugênio Barreto/Seed

Skip to content